Ex-GFMO compartilha com alunos da Esalq experiência sobre pós-graduação na Universidade de Yale, EUA


No dia 23 de Maio de 2013, associada da AEI-GFMO Desirée F. J. Lopes (Iskiter) compartilhou com alunos de graduação da Esalq/USP sua atual experiência como pós-graduanda do programa adjunto de Mestrado em Gestão Ambiental (em inglês, “Master of Environmental Management”) e MBA na Universidade de Yale, Estados Unidos da América. Para saber quais seriam os principais assuntos de interesse dos alunos um questionário online com três perguntas foi respondido com um dia de antecedência por todos os interessados na palestra. Os seguintes tópicos se destacaram: trajetória acadêmica e profissional, a pós-graduação e o dia a dia na universidade de Yale, o processo seletivo, o que a universidade procura, o aprendizado, domínio da língua, entre outros. Primeiramente foi abordado o processo de adaptação no curso de mestrado. Antes do início das aulas, os alunos ingressantes convivem por três semanas em atividades de treinamento técnico, orientação acadêmica e integração entre alunos novos, atuais, equipe e professores. De acordo com Desirée estas atividades foram primordiais para se quebrar o gelo, pois no início das aulas já existia um clima de amizade entre os colegas de academia. Na sequência, comentou-se muito a importância de uma boa formação acadêmica de graduação, e como a experiência profissional como um estágio no GFMO contou em direção a uma maior chance de aceitação por parte da universidade. Desirée salientou a importância profissional de realização de estágios dentro e fora da universidade e da experiência profissional pós-academia, e mais uma vez traçou um paralelo entre Esalq e GFMO que são muito valorizadas por professores e colegas de trabalho, no Brasil e no exterior. Como um dos diferenciais da universidade de Yale, Desirée enfatizou as oportunidades extracurriculares que a universidade oferece. Entre elas: orientação integral e contínua a alunos internacionais por profissionais qualificados, grupos de interesse e discussão liderados e organizados pelos próprios alunos, suporte acadêmico e de desenvolvimento profissional e eventos. Por exemplo, em Yale semanalmente há um profissional que fica a disposição dos alunos para auxiliar na estruturação e revisão de artigos científicos, monografias, cartas de apresentação e redução de sotaque. Ao final da palestra abriu-se espaço para perguntas, e vários assuntos foram abordados como oportunidades de bolsas de estudo, exames de proficiência em inglês necessárias no processo de seletivo (TOEFL e GRE), grade curricular do curso de pós-graduação e sistema de avaliação das disciplinas, a vida social, entre outros. Na palestra estavam presentes alunos e estagiários do Grupo Florestal Monte Olimpo (GFMO), do Grupo de Adequação Ambiental da Esalq (GADE), associados da AEI-GFMO, e outros alunos de graduação e pós-graduação do Departamento de Ciências Florestais (LCF).


Categorias
Conteúdo Recente
Arquivo